Antes de tudo, devemos alinhar os conceitos: A massagem pode ser conceituada como “uma terapia de aplicação da força sobre as partes do corpo”. Já as massagens desportivas, mais especificas, são comumente utilizadas para relaxar o organismo (músculos, articulações, tendões, fáscia etc.) e reduzir as tensões musculares causadas por treinos, aeróbicos ou quaisquer outras atividades que recrutem as fibras musculares.


Para simplificar, a massagem desportiva cuida da cura e recuperação dos tecidos musculares, articulações, tendões e demais tecidos recrutados no treino.


Existe uma analogia bastante didática sobre esse efeito, portanto: façamos um exercício mental onde os músculos são como um muro de arrimo – aquele destinado a proteção e sustentação –, ao passo que os treinos são, neste exemplo, as tempestades responsáveis por causar rachaduras no muro.


O processo de recuperação dos tecidos musculares é semelhante ao reforço feito no muro após uma tempestade responsável por causar uma rachadura. Desta forma, após o reforço, o muro não está apenas novo, ele está mais forte, preparado para outra tempestade que – caso tenha a mesma contundência da primeira – não causará os mesmos efeitos.


A massagem desportiva é uma técnica que trabalha com maior atenção os tecidos moles e articulações, proporcionando a reabilitação, alongamento, fortalecimento e recuperação dos músculos, ligamentos, tendões, articulações, fáscia etc. Portanto, dentre inúmeras vantagens colacionadas na sequência, a massagem desportiva auxilia: reduzindo o tempo necessário para recuperação muscular e aumentando a qualidade e frequência dos treinos.


Além disso ajuda a eliminar toxinas como o ácido lático e dióxido de carbono, que podem aumentar a fadiga e prejudicar o funcionamento muscular.


Além desse benefício, as massagens desportivas são conhecidas por relaxar o organismo que, naturalmente, finda tenso um treino bem feito. Caso você que me lê, ainda não tenha se convencido, segue uma lista de outros benefícios que as massagens e massagens desportivas agregam no seu dia a dia:
Relaxamento: É extremamente importante para do leitor pois, a massagem é usada como parte de um programa específico de recuperação ou condicionamento, e, também, pode ser usada continuamente. A redução da tensão e a melhoria do estado emocional podem ajudar a prevenir lesões indesejadas e danos permanentes ao corpo.


Recuperação: A massagem pode ser adaptada às necessidades individuais, desafios e lesões, se houver. Nesse caso a terapeuta será capaz de identificar e tratar fraquezas físicas específicas para um impacto positivo no desempenho do aluno.

Eliminação de toxinas: O acúmulo de ácido láctico pode levar a nós dolorosos e amarrações desconfortáveis em todo o corpo. A acumulação de tóxicos pode afetar rápida e significativamente o desempenho – você está lendo sobre aquela queimação na hora do abdômen, ou em alguma série de 20 repetições – A terapia de massagem esportiva é especificamente projetada para apoiar e melhorar o desempenho, recuperação e relaxamento dos músculos, além de relaxar as fibras musculares de áreas sobrecarregadas com tendência de liberar ácido lático junto com outras toxinas responsáveis por aquela queimação.
Melhora do sono –O descanso adequado é essencial para a saúde geral e o desempenho físico, mas é especialmente importante quando o corpo é exposto a desafios físicos. A massagem, adaptada às atividades e ao estilo de vida escolhido, pode ajudar a aliviar o desconforto e ajudar a estabelecer e manter hábitos saudáveis de sono.
Este é um assunto com extensa literatura, portanto, seria presunçoso demais da minha parte dissecá-lo neste artigo. No entanto, acredito que os benefícios listados acima são cativantes e capazes de fazê-la(o) marcar uma massagem. Quem sabe? Nos vemos na minha sala!

Até a próxima!

Quésia Gomes


ANDRADE. Maria Darc Gonçalves; PEREIRA. Maria Marcilene Vieira de Jesus. Benefícios Físicos e Mentais da Massgem Terapêutica. Enciclopédia Biosfera, v.17, n. 32. 2.020. p. 147. Disponível em: (https://www.conhecer.org.br/enciclop/2020B/beneficios.pdf). Acessado em: 08.04.2022.


ROCHA. Lucas Sousa; NUNES. Rodrigo Disconzi. Eficácia da croimersão e massagem desportiva na recuperação de atletas: uma revisão da literatura. Amazônia Science & Health, v.7, n. 3. 2.019. pag. 74. Disonível em: (file:///C:/Users/quues/Downloads/2786- Texto%20do%20artigo-9647-1-10-20191001%20(1).pdf). Acessado em: 08.04.2022.

Deixe uma resposta