Que a prática regular de atividade física promove inúmeros benefícios a saúde é fato, comprovado cientificamente e cada vez mais reforçado e evidenciado, principalmente após o surgimento da pandemia COVID-19. 

Agora, considerando o aspecto de fertilidade, representaria valor significativo? Somente para as mulheres? Somente para os homens? 

Tomando como base pesquisas realizadas e publicadas nos canais da Veja e no Globo.com, a resposta é sim! Proporciona significativa melhora e qualidade aos praticantes, de ambos os sexos. 

Um novo estudo trouxe um incentivo a mais para os homens se exercitarem: a prática moderada de atividade física aumenta a contagem e melhora a qualidade dos espermatozoides. De acordo com o estudo, publicado recentemente na revista britânica Reproduction, homens que começaram a correr regularmente apresentaram um aumento no número de espermatozoides saudáveis. O crescimento foi temporário e começou a diminuir dentro de um mês, quando os participantes pararam de correr.

Ainda sobre o estudo, os pesquisadores mencionam que apesar do estudo em questão não comprovar uma relação de causa e consequência entre atividade física e aumento de fertilidade nos homens, acreditam que pelo menos parte do resultado pode ser também atribuído a redução de peso dos participantes. Estudos realizados anteriormente mostraram que a obesidade pode diminuir a fertilidade masculina. 

A referência da atividade física foram de 3x por semana e por cerca de 30 minutos. 

Nota-se a capacidade que a prática regular em homens e mulheres podem alcançar, de enorme importância é o fato que aspectos como saúde assumem grande papel e lideram um dos “porquês” devemos todos buscar se exercitar, puro e simples aspectos estéticos vem como consequência, não menos importante, claro que não, porem a discussão aqui é mais profunda e nos leva a refletir sobre não somente gostar ou deixar de gostar, mas sim, no impacto causado na vida de cada pessoa bem como a longevidade e a qualidade em que chegaremos lá. 

Entendo e finalizo dizendo que atividade física é vida!
Viva melhor, viva bem, vá se exercitar.

Grande abraço,
Juan Croce