Alguém aí saberia responder à pergunta, por que fazer massagem relaxante? Antes, seria bem oportuno entender exatamente para que serve e quais são os benefícios que esta terapia proporciona, entender também se existe algum público específico a que se destina, faixa etária, entre outras possíveis recomendações.

Fortemente associada a sensação de bem estar e alívio do stress, esta modalidade vem ganhando cada vez mais adeptos. E esta alta demanda vem sendo bem relevante no que diz respeito ao maior conhecimento, provando que a técnica milenar pode ir além do que entregar apenas bem estar e aliviar o stress (o que já representa muita coisa por sinal).

Segundo nota extraída da Veja, estudos vem comprovando e vinculando a massagem relaxante a benefícios físicos e psicológicos reais. Um dos estudos constataram que os níveis de cortisol (hormônio do stress), caíram 31% após uma sessão, enquanto os níveis de hormônios do bem-estar, como dopamina e serotonina, aumentaram 30%.

Outro estudo mostrou de maneira ainda mais robusta que a massagem é capaz de gerar alívio de dor muscular, da tensão e da depressão. “O toque da massagem é capaz de aliviar a tensão e a dor muscular, melhorar a circulação sanguínea e o sistema imunológico”.

De acordo com Tiffany Field, diretora do Instituto de Pesquisa da Universidade de Miami, a massagem aumenta o fluxo sanguíneo em áreas do cérebro associadas à regulação do humor e do estresse. Quando estimulados, os receptores de pressão sob a pele aumentam a atividade do nervo vago, um componente importante do sistema nervoso humano que desempenha um papel nas funções autonômicas, como frequência cardíaca, respiração e digestão.

Bem, ficou evidente que massagem é saúde, mesmo! Proporcionando benefícios diretos sobre humor, autoestima, estresse, depressão (reversão desse quadro), melhor fluxo sanguíneo, alívio de dores, entre outros citados no decorrer do texto. Me parece evidente a relevância em buscar por este serviço, independente da idade (não foi mencionado contra indicações a respeito).

Já marcou a sua massagem relaxante?

Grande abraço,
Juan Croce

Deixe uma resposta